segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Pórtico da Igreja do Convento da Esperança


1548 - fundação do primeiro convento, nas imediações de Abrantes, junto à Ermida da Senhora da Ribeira, por D. Brites de Jesus, na observância domínica; 1572 - passam à obediência da ordem franciscana; 1576 - o clima insalubre força a comunidade a transferir-se para dentro de Abrantes, ocupando inicialmente a ermida de Santa Ana e várias casas a ela anexas. As obras do novo convento, iniciadas com o dinheiro da venda da primitiva sede, são em breve interrompidas; 1581 / 1621 - as obras prosseguem, com o apoio régio de Filipe I, passando a Câmara a dar para as obras, anualmente, 20.000 réis; 1620 - instituição de um vínculo perpétuo pelo fundador da capela-mor, Manuel da Silveira Frade; 1809 - as freiras abandonam o convento, cuja existência ficara comprometida pelo traçado das obras de fortificação da vila, sendo transferidas para o mosteiro de Via Longa; 1835 - a igreja e o coro baixo são cedidos à Câmara Municipal de Abrantes para aí instalar o Teatro Tabuciano, conhecido mais tarde como Teatro Taborda, passando depois para o exército. Tipologia Arquitectura religiosa, renascimento. Pórtico com decoração e proporções renascentistas. Descrição PÓRTICO rectangular, rasgado por arco de volta perfeita assente em pilares toscanos; enquadram o arco pilastras lavradas de grutescos, com capitéis jónicos, sobre altas bases decoradas de rosetas e losangos, e um entablamento com friso decorado de lavores vegetalistas e cornija denticulada; no seguimento das pilastras pequenos pináculos piramidais; nas enjuntas do arco duas rosetas. CLAUSTRO - resta apenas a ala encostada à parede N. da igreja rasgada por arcos redondos e encimada por varanda; da abóbada que cobria a ala restam 4 arcos redondos e respectivas mísulas. No antigo adro do claustro, revestido de tijoleira, 2 cisternas de boca redonda e arcos metálicos de suspensão de roldana; uma 3ª cisterna apenas assinalada no pavimento. ( Rosário Gordalina, Isabel Mendonça e Cecília Matias, in http://www.monumentos.pt/Monumentos/forms/002_B1.aspx )

0 comentários: